Força do vento

Turbina eólica voadora, de Bat a Kite


turbina eólica voadoramostrado na foto acima ele realmente existe e é colocado a uma altura de 1000 pés do solo. Para desenvolver oturbina eólica voadorafoi oAltaeros Energies, empresa ligada ao MIT especializada naenergia eólica. Láturbina eólica voadorafoi apresentado ao mundo no Alasca durante uma demonstração prestes a quebrar o recorde de altura para umturbina de vento.

turbina eólica voadoraé chamado "Altaeros BAT”E é o resultado de um projeto que durou 18 meses e tem um valor econômico de 1,3 milhão de dólares. Lá turbina eólica voadora tem a capacidade de produzir energia eólica a uma altura de cerca de 305 metros acima do solo.

VEJA FOTOS DO BASTÃO DE TURBINA VOADORA

A sigla BAT significa Turbina aerotransportada flutuantee enfatiza a natureza "flutuante" deturbina de ventoque parece flutuar na área. O projeto Altaeros Energies foi financiado, pelo menos em parte, pelo Fundo para Novas Tecnologias de Energia da Agência de Energia do Alasca; o projeto será a primeira demonstração de longo prazo de turbina eólica voadora.

Quem quer passear sob o céu onde o turbina eólica voadoraAltaeros Bat terá de se dar ao trabalho de chegar ao Alasca: o projeto está em andamento em um local ao sul de Fairbanks.

A empresa Altaeros projetou o turbina voadoraA BAT produz eletricidade de baixo custo para centrais elétricas localizadas em locais remotos, atualmente alimentadas por redes elétricas baseadas em geradores a diesel poluentes e caros. O público interessado na adoção de um turbina eólica voadoraEnquanto oBASTÃOÉ composto por empresas agrícolas e de telecomunicações, organizações de socorro, mas também bases militares que, devido à sua posição, têm dificuldade de acesso à rede elétrica.

VEJA FOTOS DO BASTÃO DE TURBINA VOADORA

Vento de alta altitude
Aqueles que seguem o mundo das energias renováveis ​​sabem bem que oturbinaAltaeros BAT não é a primeira turbina eólica voadora da história. Nesse contexto, entre os projetos que mais têm causado polêmica, lembramos osturbinas eólicas voadorasadquirido pelo Google da empresa Makani Power. A start-up Makani Power, só em 2006 recebeu um empréstimo de US $ 10 milhões do Google, um segundo investimento data de 2008, quando o gigante da web investiu outros US $ 5 milhões. Há também um projeto alemão com a turbina eólica Kite sobre trilhos e um projeto totalmente italiano com os primeiros protótipos do KiteGen.

VEJA FOTOS DO BASTÃO DE TURBINA VOADORA



Vídeo: Instalação Turbina Eólica NOTUS 138 (Dezembro 2021).